IEQ Cervezão

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

  Ética Doutrinária

 

Etica_2.png

 

1 - Unção com óleo

A Bíblia não define o local do corpo onde devemos ungir o enfermo.  O local mais comum é a testa.

Todavia o óleo poderá ser passado na parte afetada, na parte doente, na ferida. O local pode ser um tanto íntimo (regiões genitais, coxas, seios), ou estranho (língua, nádegas, axilas). Nestes locais, se o paciente quer mesmo a unção no local doente, aconselhamos a unção das mãos do paciente para então que ele mesmo possa ungir-se. Mas a grande maioria dos casos, a unção na testa é suficiente.

2 - Óleo ungido

Devemos ter cuidado com a comercialização do óleo ungido. Antes de alguém começar a falar mal de óleos coloridos, perfumados e comercializados, é preciso primeiro conhecer todas as passagens bíblicas que falam sobre o assunto, conhecendo também a posição da cúpula da igreja e a posição de quem fabrica estes óleos.

O que devemos ser contra é, contra a comercialização de óleo para os membros. Você adquirir o óleo para sua igreja é uma coisa.  Na verdade, você está pagando os gastos do fabricante e um pequeno lucro para que ele continue as suas atividades. Mas passar este gasto para os membros é o mesmo que dizer: “Quem tem dinheiro para comprar o óleo, terá suas doenças curadas e será abençoado. Quem não tem não será”.

Você está julgando e selecionando quem pode e quem não poderá adquirir a benção que Jesus dá. Por isto, o mal está no modo como é feito a entrega ao povo, e não na fórmula e na cor do óleo em si. Isto também se aplica para lencinhos e qualquer material distribuído ou comercializado como para abençoar o povo de Deus.

Portanto, você poderá vender para os membros, desde que deixe claro que quem não tiver condições de adquirir e deseja o óleo, poderá levar gratuitamente.

O mesmo se aplica ainda a unção do sal e o uso deste sal. Conheça mais sobre o assunto antes de falar sua posição por todas as direções. Você poderá vir a mudar de posição no futuro quando conhecer mais sobre o assunto. Isto pode não pegar bem.

O nosso desconhecimento de alguns conceitos bíblicos, algumas passagens bíblicas e alguns costumes da época bíblica, de Jesus ou em nome próprio dentro da igreja contra conceitos e atitudes genuinamente cristãos. Pondere isto.

3 - Como expulsar demônios

Por pessoas endemoninhadas não se ora. Muito menos em línguas. Se alguém está incomodando, quebrando ou atrapalhando o culto, primeiro se aquieta o demônio: “cala-te” como em Marcos 1.25 (E repreendeu-o Jesus, dizendo: Cala-te, e sai dele), ou como alguns utilizam: “está amarrado em nome de Jesus” já em seguida, expulsa-se o espírito mau, também em nome de Jesus. O sangue de Jesus garante-nos a vitória, mas a ordem de expulsão é dada em nome de Jesus.

Note que, se o demônio está incomodando, primeiro o aquietamos para em seguida expulsá-lo. Não devemos demorar, dando show, nem dar demonstrações de poder desnecessário.

Não devemos segurar as pessoas endemoninhadas pelos cabelos, pois fica feio as outras verem-nos com as mãos cheias de cabelos das vítimas.

Não acredito que traga algum benefício para a obra de Deus ficar entrevistando demônio e usar suas palavras para advertir as pessoas presentes ou ouvintes de rádio. Não podemos crer no que o diabo diz. Ele é mentiroso e pai da mentira (João 8.44).

Quando uma pessoa estiver expulsando algum demônio, não vá ajudar. Somente se essa pessoa pedir.

4 - Como orar

Não devemos orar nas costas das pessoas, e sim pela frente, colocando somente uma mão na fronte ou na cabeça da pessoa (ou ficando com a mão próxima). Se a pessoa estiver caindo, aí sim usar a outra mão para segurar, independentemente de ser homem ou mulher.

Não devemos deixar ninguém cair possesso ou cheio do espírito, se pudermos aparar sua queda. A queda pode trazer ferimentos, muitas vezes graves.

Assim que orar por algum doente ou para alguma libertação, mande voltar para o banco. Não é bom várias pessoas orarem pelo mesmo doente. Isto é sinal de falta fé. Se você não sente segurança, não vá orar. Peça para alguém assumir seu lugar. A segurança só vem com muita oração da sua parte.

Não esqueça de sempre orar pelas pessoas com os olhos abertos. O demônio que pode estar nelas pode lhe agredir se você não estiver vigilante.

Fale comigo:  Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.