IEQ Cervezão

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

 Atitudes que nos impedem de sermos usados por Deus

alt

 

O diabo tem pleno conhecimento do tremendo poder que a música e as artes exercem. Tudo isso quando glorificam a Deus totalmente, é uma das armas mais poderosas conhecidas no céu e na terra.

Então é por isso que o diabo faz questão de controlá-la.

Mas o Espírito Santo quer ser o Único a controlar nossas vidas e principalmente os momentos que estamos adorando com a igreja. Um músico, um dançarino, um técnico ou um artista cênico atuando cheio do Espírito Santo, resultará em um santo momento que mudará vidas, a começar pela nossa própria. O alvo maior são as vidas e por isso os momentos de adoração devem ser ministrados com muita sensibilidade ao Espírito Santo de Deus.

Devemos ter cuidado com essas atitudes

1 -  Atitude de superioridade (achar que somos melhores que os outros, precisamos transmitir vida não só com palavras, mas com atitudes, pois atitudes falam mais que as palavras).

2 - Ficar distante do grupo ou isolado. Chegar sempre atrasado. Faltar aos ensaios sem avisar. Impaciência com o grupo. Só estar presente se estiver escalado, senão está sempre ausente. Não tem disposição para aprender, ser disciplinado ou humilde para reconhecer erros.

Por trás de tudo isso está o orgulho, este por sua vez é um desejo oculto de ser exaltado e é também um daqueles pecados que é fácil ver nos outros, mas nunca em nós mesmos.

A confiança somente no dom não levará o ministro ao lugar que ele deve chegar enquanto ministra, ou seja, na sala do trono, em Filipenses 3.3 diz para nós não confiarmos na carne (“Pois nós é que somos a circuncisão, nós que adoramos pelo Espírito de Deus, que nos gloriamos em Cristo Jesus e não temos confiança alguma na carne”).

Devemos realizar nosso trabalho na total dependência de Deus. A confiança humana nos separa de experimentarmos a benção de Deus em nossas vidas e principalmente na vida de outros.

Dicas para aqueles que têm a responsabilidade de regular o som dos microfones e instrumentos

O ministério não é um grupo de popularidade e sim a necessidade de atendermos a vontade de Deus. A mensagem da Palavra deve ser transmitida antes do sermão através dos primeiros momentos da adoração. O ministro deve ser ouvido acima dos instrumentos. Os instrumentos não devem chamar a atenção. A mensagem que o ministro traz deve ser ouvida claramente pela igreja.

A música deve ser usada profeticamente sobre a igreja com convicção de que ela é a Palavra de Deus cantada, portanto tem que produzir o mesmo efeito da Palavra pregada.

Concluímos que o grupo deve trabalhar junto a serviço da igreja e da clara transmissão do Evangelho nos momentos de adoração.

Deus continue te abençoando poderosamente